Quinta-feira, 24 de Julho de 2008

A Amiga do Chat


Estava eu como tantas outras vezes no chat e tive uma conversa com a E sem identificar e começamos uma conversa boa criamos empatia um pelo outro, fomos conversando e marcamos um encontro, ambos não sabiamos o que ia-mos esperar um do outro, mas dicidimo-nos encontrar.

Combinamos em casa dela à hora marcada lá estava eu, abriu-me a porta fiquei deslumbrado, a mulher era linda bem feita e com um vestido longo de cor vermelha, entrei disse-me que tinha comprado um vinho especial para o nosso encontro, sentei-me no sofá com o copo na mão, acho que tremia, enquanto ela metia uma musica eu apreciava aquele corpo fenomenal. O som era desconhecido para mim mas, via-se que ela gostava muito e convidou me para dançar, assenti e levantei-me, ela cheirava muito bem e senti a respiração dela a ficar ofegante, neste momento já explorava o corpo dela com as minhas mãos, desci o longo fecho do vestido e senti a pele quente das costas, dei por mim com o pau completamente inchado, como ela já tinha reparado convidou-me para ir ao quarto, quando entrei no quarto vi muitas velas acessas e uma decoração linda, nisto empurra-me para cima da cama com violencia senti-me bem com aquela atitude selvagem.

Deitou-se em cima de mim beijamo-nos loucamente passou a lingua no meu pescoço e desceu para os mamilos chupando-os com força tirou-me as calças e cuecas num ápice e logo começou a chupar-me o pau primeiro devagar só na cabeça depois mais depressa e de repente enterrou-o pela boca até que desapareceu 20 cm de pau, como mamava bem, ao fim de um bocado deitei-a na cama puxei-lhe o vestido ficando com o belo corpo À vista , tirei-lhe as cuecas e fiz um grande minete , primeiro devagar no clitoris depois desci e meti-lhe a lingua na rata muito humida, ela gemia, lambi o cu, estava excitadissimo, meti-me em cima dela e de uma estocada enterrei o pau naquela gruta, entrou todo, ficou a pedir para não parar.

Mudamos de posição, ela por cima, cavalgou de forma intensa abanando as ancas e esfregando o clitoris na minha pele, estava todo enterrado, estivemos muito tempo assim , já suavamos, pergunto-lhe se gosta de levar por tras e disse-me que sim e muito. Metia de quatro lambi aquele cuzinho todo deixando completamente lubrificado apontei o pau e devagar o meti todo ela gemia que nem uma doida, reparei que tinha uma mão na rata massajando o clitoris, começei num vai e vem desenfreado até que nos vimos aos berros completamente loucos.

Deitamo-nos cansados mas satisfeitos com aquela tarde maravilhosa com a jura de voltar a repetir mais vezes
publicado por Contos dos Leitores da Atrevida às 18:34
link do post | comentar | favorito

.CONTOS

.pesquisar

 

.Fevereiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28


.Posts recentes

. A Amiga do Chat

.Arquivos

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds