Segunda-feira, 28 de Abril de 2008

Minha esposa Cristina


Quando casei com a Cristina o nosso relacionamento sexual estava completo no entanto ao fim de 5 anos começou a ficar da vez pior sentia a Cristina bastante insatisfeita, começamos a falar sobre o assunto e depois de muito insistir ela acabou de me dizer que apesar de gostar de mim, sentia-se frustrada porque gostava de satisfazer uma fantasia de garota, fazer amor com dois homens, caíram-me dos tomates ao chão, não estava a espera, depois de conversarmos muito sobre o assunto e como gostava dela e não a queria perder chegamos a um acordo, por um lado essa fantasia também de me agradava, e ainda por isso tinha alguma curiosidade bisexual. Acabamos por chegar a um consenso, aceitávamos conhecer um jovem bem parecido que não se importasse com contacto bi, com um pau bastante grosso e que conseguisse aguentar bastante tempo, que era o que ela queria.

Colocamos um anuncio na net e obtivemos algumas respostas, depois de muita selecção tivemos coragem de encontrar um rapaz, chamado Carlos, de Setúbal. Ficamos contente por ele ser bastante divertido e bem encarado, depois de bebermos um copo e falarmos sobre o que se iria passa, acordámos que pelo menos desta vez o Carlos só não se podia vir dentro da Cristina de resto tudo ok, e fomos para nossa casa, nervosos.

Bebemos mais um pouco para descontrair, para começar eu e o Carlos começamos a beijar e apalpar a Cristina despindo-a, depois de nua fomos para o quarto e despimo-nos também confirmando a grossura do pau do Carlos, era realmente um belo bicho e fiquei logo com vontade de o chupar, a Cristina estava vidrada e não parava de o masturbar, ela deitou-se e eu disse ao Carlos - chupa-a, o que fez enquanto eu chupava as mamas da Cristina, passado um bocado disse ao Carlos se ele não se importava que eu o chupasse, acenou com a cabeça e colocou o corpo de lado, comecei então a masturba-lo suavemente enquanto ouvia a Cristina a suspirar como uma doida o que me excitou e incentivou a levá-lo à boca, ele ajeitou-se mais uma vez e comecei a passar a ponta da minha língua na cabeça para tomar contacto e depois abocanhei aquele pau bem teso chupando o melhor que podia, era uma sensação muito agradável, era suave e quente, foi mais fácil do que previa, não sabia se ele estava a gostar mas a Cristina estava doida.

Passado um bocado sinto uma mão na cabeça, era o Carlos a dizer-me – pára um pouco estou quase a vir-me, parei e enquanto ele se deitava ao lado da Cristina fui enfiar o meu pau na sua cona completamente encharcada, fodi até ficar com vontade de me vir, passando-a ao Carlos que já estava ok, começou por pincelar com o seu pau a cona dela para a por louca e mal a penetrou ela começou a ondular as ancas com um ritmo danado e passado uma bocado veio-se ruidosamente como nunca a tinha visto, durou pouco até Carlos sacar o seu pau e masturbar-se para cima dela, como combinado, e veio-se tanto que caiu quase tudo nas mamas dela e queixo, eu super excitado masturbei-me para cima dela também caindo a minha esporra na colcha e na sua barriga, foi o máximo, Cristina espalhava tudo e acariciava-se com a mão cheia de esporra com os olhos fechados suspirando ruidosamente.

Deitámo-nos e abraçámo-nos os 3 dei um beijo à Cristina e provei um pouco da esporra do Carlos sem querer, o Carlos desculpou-se por ter sido tão rápido, mas que o meu broche tinha-o posto louco, fiquei de alguma forma bastante satisfeito. Não dissemos mais nada até recuperarmos e a Cristina se levantar para tomar banho e dizer que tínhamos de repetir, estava insaciável.
publicado por Contos dos Leitores da Atrevida às 17:50
link do post | comentar | favorito

.CONTOS

.pesquisar

 

.Fevereiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28


.Posts recentes

. A caminho do Hotel

. De regresso a casa

. A Rainha da noite...

. Passagem de Ano a 3

. Leitura em dia

. Uma Estranha no café..

. ...

. Fodi a amiga da minha mul...

. Eu e o Pastor Alemao

. Broche no Trabalho

. Paragem inesquecivel

. Os gemidos do quarto ao L...

. Paragem inesquecivel

. Primos da minha Mulher

. O meu homem a dias

. Ferias nos Açores

. Desejos GAY

. Como eu já tinha contado ...

. O desafio

. EU Mais minha Mulher e Ou...

. Conto erotico de Natal

. Conto erotico de Natal

. O sonho

. A Frincha da Porta eu Ent...

. Amiga Carente

. Uma Mulher ...

. Divinal...com imenso praz...

. Sessao GAY

. Bom Menage

. No Bar onde Trabalhei

.Arquivos

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds