Quinta-feira, 21 de Agosto de 2008

Um café em Lisboa


Tinha acordado com um desejo incontrolável de o ver !!

Enviei-lhe um mail:
“olá como estás?..pensei em ti hoje à noite .. quero ver-te!!!”
Respondeu-me:
“está tudo bem.. pensaste em mim? .. conta lá, quero saber tudo”
Respondi eu :
“conto-te ao lanche... ao ouvido!!”

Depois de um dia inteiro de troca de mails mais ousados, estava ansiosa por estar com ele... Tinha imaginado uma série de cenários possíveis: agarrava-o, beijáva-o, ele agarrava-me, beijava-me .. enfim ...
Nunca tínhamos tido qualquer tipo de contacto físico mas eu deseja-o loucamente, e sabia que o sentimento era recíproco ..

Combinámos às cinco num café em Lisboa ...
Saio do trabalho, pego no carro .. o meu estômago aperta de ansiedade.. o coração bate mais acelerado ..
Invade-me um misto de desejo e luxúria, com loucura e vontade de aventuras ...
Atravesso o parque e a loucura vai-se ocupando um pouco mais da minha mente.. Começo a imaginar-me despida naqueles bancos, com ele a lamber-me; um pouco mais à frente imagino-me a ser penetrada por ele .. A cada àrvore que vejo imagino um novo cenário de tesão e paixão e sinto que as pessoas por quem passo conseguem ler todos os meus pensamentos ...

Sinto-me excitada, molhada...
Chego ao café e venho com um sorriso malandro ...
Pergunta-me o que me vai na cabeça e respondo: malandrices !!!

A conversa decorre de forma íntima.. sensual.. sexual ... por vezes um pouco discreta, mas sempre ousada no conteúdo!!
O tempo vai passando e os calores do pôr-do-sol incentivam-me a uma proximidade..
Chego-me mais perto.
Sinto as suas pernas cruzadas nas minhas e levemente coloco a minha mão numa delas.
Os seus olhos batem os meus e não desviam!! Sinto que me pedem um beijo .. quer a minha boca .. a minha língua...
Põe a mão na minha nuca e puxa-me de encontro a ele, beijando-me!
Todo o meu corpo estremece !!
Um beijo quente, uma língua macia que se mistura com a minha numa dança frenética de sabores ... um calor que emana do seu corpo e um coração que à distância sinto palmitar aceleradamente de tesão.
A minha mão aperta um pouco a perna dele para conter o meu desejo de mais ..

Diz-me: “estão a olhar !!”
Digo: “deixa-os!”

E subo um pouco mais a minha mão que anseia pelo calor das suas partes mais íntimas.
Sinto-o nervoso, timido talvez.. mas a minha vontade de o tocar não se controla ou diminui com a possibilidade de espectadores e continuo ..
Vou subindo a minha mão até sentir que não posso subir mais.Sinto um alto duro que se nota um pouco pelas calças do fato e paro!.. Vou tocando ao de leve .. passo os dedos um a um ... sentindo-o a palmitar de desejo por mais e faço um pouco mais de pressão com a mão ..
Repentinamente puxa a minha cadeira e beija-me novamente..agarrando a minha mão de encontro ao sexo dele ... sinto-o no limite da decência e com toda a vontade de a ultrapassar ...e chego-me mais ainda ...

À nossa volta as pessoas sussurram e comentam ..
Estou certa de que alguns daqueles casais estão excitados de nos ver e apenas os limitam todas as barreiras sociais, que decidi nessa tarde esquecer!!

“quero-te sentir”,diz ao meu ouvido..
“então anda”,digo eu..

Pego-lhe na mão e seguimos em direcção a uma ponte que atravessa o lago do café..
Frente a frente, os beijos seguem-se e intensificam-se..as suas mãos sem direcção exacta percorrem todo o meu corpo que exclama de prazer... nas minhas nádegas sinto uma leve pressão de quem me quer totalmente colada a ele .. os meus seios batem no seu peito de forma brusca e percebo que estamos fora de control...

Os nossos movimentos perdem a doçura e tornam-se intensos, desenfreados,selváticos...
Estou toda molhada e quero que ele o sinta ... enfio uma das mãos dele dentro das minhas calças..

E sussuro:”sente...é por ti ..”
Ele enfia os dedos dentro da minha vagina e remexe-os um pouco..abro um pouco as pernas para que possa enfiá-los bem e sentir toda a minha tesão .. vai enfiando e retirando um pouco e diz: “imagina-o aí dentro, bem rijo .. assim... humm ... dentro e fora .. “

Fico louca de desejo ..
não me controlo mais ...
beijo-o intensamente e a minha língua pretende o infinito ...

Viro-me de costas.
... quero senti-lo duro contra as minhas nádegas ..
Os beijos dele no meu pescoço, as pequenas dentadas que tanto me excitam.. com uma das mãos apalpa-me um dos seios ... aperta-me o mamilo .... hummm... enquanto que a outra continua a deixar-me cada vez mais molhada ..
Não resisto ..

“Possui-me!! Quero que o enfies dentro de mim! Quero sentir toda a tua tesão! Quero vir-me contigo..”
“Queres mesmo?”, responde
“Quero!! Possui-me aqui.. agora..”

Com as minhas mãos atrás das costas, abro-lhe o fecho das calças .. e sinto um calor imenso. O pénis dele a querer sair dali .. a vir ter comigo .. a pedir-me que o lambesse ...

Mas não !!!
Continuo de costas ...

Baixa-me as calças ligeiramente, enquanto suavemente vou pegando no sexo dele e aproximando de mim ... inclino-me ligeiramente para a frente e coloco uma das pernas numa das tábuas da ponte ...

Sinto-o a entrar dentro de mim ...
Uma mistura de calor com a pequena brisa que corre.. os movimentos discretos mas firmes ..

“sinto-o todo no fundo. Dá-me mais!!”

Agarra-me nos cabelos e intensifica os movimentos que se tornam cada vez mais rápidos e firmes...
O reflexo dos nossos corpos no lago fazem-me querer mais ..
Ele eleva uma das pernas dele – a contrária à minha – e coloca na mesma tábua...

“Ahhh !! Isso !! Tão bom!!”
“Shiuuu” – diz ele e tapa-me a boca com uma das mãos enquanto a outra agarra o meu cabelo ...
Sussurra-me ao ouvido: “anda .. vem-te ..!! quero sentir-te a arder de prazer”

Intensifico eu os movimentos, estou completamente extasiada pela loucura ..
Todo o meu corpo pede que me venha .. os mamilos rijos .. as minhas pernas tremem.. a minha vagina toda molhada.. e todos os meus sentidos estão apenas naquele momento..
Ele agarra-me na cintura e os movimentos ganham uma intensidade inexplicável .. sinto-o a entrar e sair de mim a cada segundo, o corpo dele quente como um vulcão..
Sinto-me toda a vibrar por dentro ... a pele arrepiada de desejo .. o coração que não se controla .. e sinto toda a erupção do momento, seguida de uma explosão de sentidos e prazeres retidos .. e solta-se um “ahhhhhh” de prazer simultâneo que nenhum de nós controlou ...

“O Mundo parou e o Universo observou !!”, ouvimos de um rapaz que se aproximou...

Apercebemos-nos aí, que a ponte, apesar de meio escondida, era ligeiramente visível do café e tinhamos tido um casal que nos observara durante todo o tempo...
Uma sensação única, mistura de prazer com vergonha..mas com vontade de repetir ..

“gostei muito de vos ver”, disse novamente o rapaz ..
“o prazer foi todo nosso”, disse eu meia a sorrir

Seguimos de mão dada .. em direcção ao inteiro do parque e com um beijo de despedida, digo: “Foi assim que pensei em ti ontem à noite”...

publicado por Contos dos Leitores da Atrevida às 19:02
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Anónimo a 22 de Agosto de 2008 às 11:31
Bela prosa...Escreves com talento. Parabéns.


Comentar post

.CONTOS

.pesquisar

 

.Fevereiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28


.Posts recentes

. A caminho do Hotel

. De regresso a casa

. A Rainha da noite...

. Passagem de Ano a 3

. Leitura em dia

. Uma Estranha no café..

. ...

. Fodi a amiga da minha mul...

. Eu e o Pastor Alemao

. Broche no Trabalho

. Paragem inesquecivel

. Os gemidos do quarto ao L...

. Paragem inesquecivel

. Primos da minha Mulher

. O meu homem a dias

. Ferias nos Açores

. Desejos GAY

. Como eu já tinha contado ...

. O desafio

. EU Mais minha Mulher e Ou...

. Conto erotico de Natal

. Conto erotico de Natal

. O sonho

. A Frincha da Porta eu Ent...

. Amiga Carente

. Uma Mulher ...

. Divinal...com imenso praz...

. Sessao GAY

. Bom Menage

. No Bar onde Trabalhei

.Arquivos

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds