Sexta-feira, 15 de Agosto de 2008

Tesao pelo Filho


Chamo-me Helena, sou casada, tenho 48 anos e dois filhos, um rapaz de 16 anos e uma rapariga de 27. Desde sempre que adoro sexo e a partir dos meus 15 anos, quando perdi a minha virgindade, que não consigo passa sem ele. Na faculdade, partilhei um apartamento com a minha melhor amiga, a Luísa. Nos tempos de faculdade, divertíamo-nos imenso e era comum fazermos trios com amigos nossos.

Ao longo desse tempo fomos ficando cada vez mais amigas e hoje dizemos tudo uma à outra sem qualquer complexo. Mesmo depois de casadas continuámos a fazer loucuras,embora menos por causa das nossas obrigações profissionais e familiares. Um dia, estávamos de férias no Algarve e ela confessa-me que adorava ir para a cama com o meu filho. Fiquei surpreendida com o que ela me disse, porque das duas, quem tinha o vício dos rapazes novos era eu, tendo até seduzido já filhos de amigas minhas. A rir, e atrapalhada, disse-lhe que ela era um perigo. Mas realmente, não a podia censurar. O meu filho é praticante de pólo aquático e surf e está com um corpo lindo. Nessa noite deitei-me com aquela conversa no pensamento e, enquanto o meu marido dormia, masturbei-me a imaginar a Luísa com o meu menino e eu a assistir. A espaços, via-me também a juntar-me a eles e a ser comida pelo meu menino.

No dia seguinte ela voltou a falar-me disso e eu confessei-lhe que eu até tinha ficado excitada com tudo aquilo. A seguir disse-lhe que se ela quisesse, podia ir para a cama com ele. Em resposta, levei um enorme beijo na boca que nós costumávamos sempre dar quando partilhávamos alguma fantasia ou aventura que tivéssemos tido. Uns dias mais tarde disse ao meu filho para passar pela casa da Luísa e trazer-me uma agenda que eu tinha lá esquecido. É claro que já tínhamos isto combinado. Quando ele lá chegou, depois de uma conversa com ele, conseguiu finalmente seduzi-lo. Nesse mesmo dia, a Luísa telefonou-me e contou-me como ele "era tão bom a foder, o caralho de pedra que tinha e que delícia era chupá-lo" entre todos os pormenores. Fiquei tão excitada que me masturbei ao telefone com ela.

Mas ainda assim, não estava preparada para o que viria a seguir. Eu não sabia, mas eles tinham tirado fotografias. Quando as recebi no meu e-mail, fiquei varada com o que vi. O meu filho a comer a Luísa, ela a lamber aquele corpo lindo de atleta e aquele pau tão bonito e duro na boca dela. Estava tão excitada que até me sentia tonta. Uma semana mais tarde a Luísa veio à minha casa. Como sempre faço quando estou em casa, ando sempre com uma t-shirt do meu marido sem nada por baixo. Quando ela entrou deu-me um beijo na boca e eu até tremi só de pensar que aquela boca tinha mamado o meu filho. Fomos para a cozinha e ela no caminho deu-me uma apalpadela no rabo. Ela sabia que eu estava acesa e ela também estava. Poucos minutos depois o meu filho veio despedir-se de nós para ir ao treino de pólo. Quando ele foi para o quarto buscar as coisas dele, a Luísa piscou-me o olho e foi atrás dele.

Eu fiquei na cozinha e sentia um calor enorme a subir-me pelo corpo e tive de levar as mãos abaixo. Eles demoraram-se uns 10 minutos no quarto dele e logo a seguir ao meu filho ter-se ido embora, a Luísa apareceu-me na cozinha muito calada. Aproximou-se de mim,encostou-me à bancada, acariciou-me as pernas e depois beijou-me. Ao abrir a boca, senti um líquido quente e viscoso a vir contra a minha língua e os meus dentes. Era o gozo do meu filho. Ela tinha-me guardado o gozo dele e eu senti as pernas completamente trémulas enquanto ela me beijava e afastava a boca com os fios presos entre as nossas bocas. Em resposta disse-lhe que um dia também queria o rapaz dela e ela ao ouvido com um cheiro intenso a sexo, disse-me que era lindo fazermos uma orgia a quatro.

Passámos a tarde toda daquele dia na cama.

Beijos doces.
publicado por Contos dos Leitores da Atrevida às 17:51
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Anónimo a 19 de Agosto de 2008 às 13:44
gostei...muito...gostava de saber mais de ti e dessa tua amiga!!!
lurdessjvvieira@live.com.pt


Comentar post

.CONTOS

.pesquisar

 

.Fevereiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28


.Posts recentes

. A caminho do Hotel

. De regresso a casa

. A Rainha da noite...

. Passagem de Ano a 3

. Leitura em dia

. Uma Estranha no café..

. ...

. Fodi a amiga da minha mul...

. Eu e o Pastor Alemao

. Broche no Trabalho

. Paragem inesquecivel

. Os gemidos do quarto ao L...

. Paragem inesquecivel

. Primos da minha Mulher

. O meu homem a dias

. Ferias nos Açores

. Desejos GAY

. Como eu já tinha contado ...

. O desafio

. EU Mais minha Mulher e Ou...

. Conto erotico de Natal

. Conto erotico de Natal

. O sonho

. A Frincha da Porta eu Ent...

. Amiga Carente

. Uma Mulher ...

. Divinal...com imenso praz...

. Sessao GAY

. Bom Menage

. No Bar onde Trabalhei

.Arquivos

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds