Sexta-feira, 7 de Março de 2008

Tornei-me Panasca


Chamo-me Paulo tenho 30 anos e sou do Porto...

Faz uns cinco anos aconteceu...

Como Soldador consegui contracto para uma Obra na Nigeria, comigo partiram mais 14 Portugueses, na viagem fez-se escala em Paris, uma noite num hotel por conta da companhia uma vez que o percurso foi Porto/Paris/Lagos.

No hotel ficamos dois em cada quarto apenas o responsavel pelo grupo ficou em quarto single.

Depois de uma viagem cheia de alegria e bem bebida, em Paris ao Jantar continuou-se a beber bem, terminado o jantar um a um regressamos aos nossos quartos, comigo ficou um Serralheiro de Lisboa que aparentava uns 50 anos mas de porte ainda muito atletico que se chamava João, subimos juntos para o quarto de camas separadas, no quarto ele disse... olha vou mas é tomar um banho bem quentinho que isto de hoteis só nos calha de vez enquando.

Eu fiquei sentado na borda da minha cama tinha bebido bem e estava com muito pouco sono, a excitação da viagem sei lá... e eis que o meu companheiro de quarto regressa do banho... vinha completamente nu e com o caralho no maximo da sua tusa... não resisti e acho que demorei mais tempo que o normal a olhar para aquele membro ercto era maior que a média e estava completamente erguido, o joão deve ter reparado e continuou o seu caminho até à sua cama passando bem rente a mim com o seu caralho quase a roçar na minha cara, nem se chegou a sentar na sua cama, em vez disso sentou-se ao meu lado e de mansinho disse... gostas dele? não queres fazer um broxe? ao que eu respondi... deves estar maluco eu não sou Paneleiro.
O João não desistiu e continuou dizendo... não faz mal tudo tem um inicio eu estou a ver que gostas de olhar para o meu caralho podes mamar nele eu não digo absulotamente nada a ninguem, ao dizer isto quase ao mesmo tempo pos o seu braço sobre o meu ombro e forçou-me a baixar até ao seu caralho, não sei porquê mas nem resisti nem disse palavra e num segundo estava a fazer-lhe broxe desenfreadamente e pior que tudo a adorar chupar naquele caralho.

Então o João disse tens a certeza que nunca fizeste broxe? Acho que se é verdade já nasceste Paneleiro fazes muito bem broxe, mas agora quero comer esse teu cuzinho deita-te de barrica para baixo, nem abri boca virei-me e dei-lhe o meu cu totalmente. De principio ele não conseguia penetrar-me mas foi buscar um creme que trazia consigo esfregou o caralho e de seguida penetrou-me num segundo, doeu no inicio, mas depois o prazer foi enorme, o creme que ele tinha produzia um efeito de calor fiquei com o cu a arder de desejo e de seguida já era eu que lhe pedia para que me fodesse mais, comeu-me o cu de todas as maneiras e terminou esporrando-se na minha boca.
Ainda engoli bastante esporra uma vez que o joão quando se estava a vir não me deixou levantar a cabeça e simplesmente adorei...

Ainda antes de dormir disse ao joão agora não dizes nada a ninguem pois não? Ao que ele respondeu deves tar parvo então eu não vi como gostas de levar no Cu! tu nasceste para ser Paneleiro com uma boca dessas e um cu desses tens é de levar nele todos os dias, amanhã vais dar esse cuzinho para os meus amigos, vais ser a Paulinha Paneleira do Estaleiro, quando regressares da Nigeria só vais querer é levar no cu vais ver, eu já estive lá varias vezes e conheço um ou dois amigos negros que tambem te vão foder, vais ver...

Eu fiquei em panico... mas no resto da viagem nada aconteceu... no entanto logo que chegamos ao Estaleiro na Nigeria em que ficamos um em cada quarto em contentores de vinte, um outro português veio bater á minha porta e disse-me... olha sou amigo do joão e tenho umas coisas para tu usares, eu não o queria deixar entar mas ele começou a falar alto e a dizer então pensas que não sei que és Paneleiro queres que toda na obra fique a saber? Olha que são pelo menos uns 200 homens de varias nacionalidades... deixei ele entrar então passou-me um saco de plastico e disse olha estas roupas é para usares quando te viermos foder agora veste elas já... era umas meias de mulher com cinto de ligas, umas cuecas fio dental e um soutien, tinha tambem um baton e outra bisnaga que na altura não vi do que se tratava, mandou-me vestir tudo e pintar os labios, enquanto me vestia tirou o caralho das calças e quando eu estava pronto disse vá agora faz aqui broxe... estava eu a fazer-lhe broxe e batem de novo á porta era o joão com mais três portuguses... só vos digo que na primeira noite fui fodido por 12 portugeses todo eu era esporra no cu, na boca, cara, cabelo etc...

A partir desse dia passei a ser o Paneleiro da obra levei no cu e fiz broxe durante todo o tempo em que lá estive que foram seis meses, em que o normal era serem uns 6 ou 8 homens por dia no cuzinho e na boca, mas aos fins de semana cheguei a levar com uns 16 num dia...

A bisnaga que o Português me entregou no primeiro dia era depilatório passei a depilar-me e a vestir meias e cuequinhas de senhora com soutien pintando os labios... logo que o trabalho acabava e regressava ao quarto esperava pelos homens que me batiam á porta... seis meses passaram num instante gozei todos os dias e cada dia mais adorei levar no cu e fazer broxe... perdi a vergonha e regressei a Portugal, Paneleiro... não sou Gay, não gosto de beijar homens na boca nem nada disso... adoro vestir roupa interior de senhora, pintar os labios depilar-me e dar o meu cu e boca para que me fodam e gozem...
publicado por Contos dos Leitores da Atrevida às 22:40
link do post | comentar | favorito

.CONTOS

.pesquisar

 

.Fevereiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28


.Posts recentes

. A caminho do Hotel

. De regresso a casa

. A Rainha da noite...

. Passagem de Ano a 3

. Leitura em dia

. Uma Estranha no café..

. ...

. Fodi a amiga da minha mul...

. Eu e o Pastor Alemao

. Broche no Trabalho

. Paragem inesquecivel

. Os gemidos do quarto ao L...

. Paragem inesquecivel

. Primos da minha Mulher

. O meu homem a dias

. Ferias nos Açores

. Desejos GAY

. Como eu já tinha contado ...

. O desafio

. EU Mais minha Mulher e Ou...

. Conto erotico de Natal

. Conto erotico de Natal

. O sonho

. A Frincha da Porta eu Ent...

. Amiga Carente

. Uma Mulher ...

. Divinal...com imenso praz...

. Sessao GAY

. Bom Menage

. No Bar onde Trabalhei

.Arquivos

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds