Segunda-feira, 7 de Julho de 2008

Fui Enrrabada pela 1º Vez!!


Sou uma mulher casada, e pratico todo o tipo de sexo com o meu marido.
Todo não pois nunca consegui que ele me enrabasse. Doi-me muito.
Praticamos nudismo, e temos ate um casal amigo, com quem passamos alguns fins de semana juntos, e não é a primeira vez que trocamos de casais, e praticamos sexo em grupo.
A Margarida gosta muito de ser enrabada e está sempre a motivar-me a ter esse tipo de relação.
Na semana passada, eu vi, a Margarida praticar dupla penetração, em que o António, meu marido, a penetrou no cuzinho.
Vi, e ouvi o tesão daquela mulher. O que ela gemeu de prazer ao ter os dois caralhos dentro dela, foi para mim motivo de querer tambem experimentar.
Não disse nada, mas prometi a mim mesma que da proxima vez, que o António me procurasse eu ía deixar, custe o que custar, que ele me enrabasse.
E assim foi.
Depois de uns preliminares, em que mamei aquele caralho gostoso, e em que ele me lambeu a minha cona ate eu ter entrado em orgasmo permanente, pedi-lhe que me fodesse o meu cuzinho.
- Querido, fode-me o cu, mas não pares... mesmo que eu grite, não pares ate estares todo enterrado. Quero sentir esse caralho todo dentro de mim.
E assim foi.
Colocou-me de 4, lambeu-me o buraquinho, e começou por meter um dedo cheio de gel. Detesto sentir aquele dedo dentro de mim... é tão impessoal! Tão frio!
mas o importante era o meu cuzinho começar a alargar
PArece que adivinhou o meu pensamento, e passou a meter 2 dedos.
Gemi pois começava a doer-me mas... eu voltei a pedir para não parar
Já sentia como se tivesse o tubo do gel todo metido no meu cuzinho
Seria que com tanto gel ele iria ter o mesmo prazer que tem quando enraba a Margarida?
É que eu queria dar-lhe o maximo.
Eu tambem sei que o caralho do António não é muito grande, deve andar pelos 17 / 18 cm, mas tem uma cabeça!!!! meu Deus.... quando a mamo, tenho que ter cuidado para não a magoar pois é mesmo grande.
Alvaro, o marido da margarida tem uma inveja daquela cabeça, ao ponto de pedir para a beijar, mas acaba sempre por dar umas chupadas
Diz que é maravilhosa....
Eu continuava ali de 4 a tentar ganhar tesão, para esquecer a dor que aquela penetração me ía causar
Senti a cabeça do caralho rondar o meu olhinho do cu, e contraí-me... mas tambem sei como é o Antonio... não meteu, quando se apercebeu.
Acariciou-me a coninha, para me distrair, e só depois empurrou.
Gritei de dor... mas a cabeça já estava toda dentro
Estava com dificuldades em respirar tal tinha sido a dor, e por me sentir cheia...
Por outro lado estava emocionada por finalmente ter aquele pau dentro de mim.
O António gemia agora de prazer e tesão, talvez para me entusiasmar, talvez porque finalmente tinha conseguido aquilo que tanto desejava.
Enrabar-me
Depois de alguns momentos assim sem se enterrar mais, nem tirar, agarrou-me pelas ancas, e que tesão isso me deu!!! sentir que ele me agarrava as ancas e que ía começar a foder.
Percebia agora tudo o que a Margarida me dizia.
O António começou a empurrar lentamente, e por cada milimetro que avançava, a dor e o prazer faziam com que eu tremesse da cabeça ate aos pé.
Aquele caralho nunca mais acabava... e eu já respirava a custo de me sentir tão cheia.
Sentia que tudo dentro de mim estava a ser invadido e ocupado por aquele mastro.
E ele continuava a empurrar.
Empurrava e o caralho avançava lentamente até que senti os seus colhões cheios de leite baterem na minha cona.
Foi então que ele disse: Já está.
Ficou assim imovel durante alguns minutos que me pareceram uma eternidade.
Aquela verga dentro de mim!!! aquela cabeça dentro de mim... comecei a imaginar, e comecei a sentir tesão, e um forte desejo de ser fodida.
Foi então que ele começou a tirar, tão lentamente como tinha entrado.
Comecei por sentir um alivio, mas ao mesmo tempo o desejo de o ter todo dentro de mim.
Foi então que disse.: Fode-me... Fode-me.
O Antonio voltou a agarrar-me inergicamente, e começou o vai e vem da foda...
Que dor eu senti nesse momento!!
As lagrimas correram por mim a baixo, mas fui compensada, quando senti um jorro quemte invadir-me
Era a esporra... era o fruto do meu sofrimento, e da tesão do António.
Gritei.
Gritei muito de prazer, e de dor.
Gritei de tesão.
Quando passados mais alguns minutos ele voltou a foder-me o cu, senm ter tirado, talvez pelo calor da esporra, talvez pela tesão que eu agora sentia, voltei a chorar mas de alegria.
Tinha perdido os 3 no cu.
Tinha sentido aquele leite quente invadir todo o meu corpo.
Tinha sentido aquele caralho penetrar-me ate sei lá onde.
Tinha-me sentido cheia, como nunca oo sentira antes.
Que noite!!
Que foda!!
No dia seguinte mal podia esperar para ligar á minha amiga a contar-lhe o que tinha acontecido.

A todas as mulheres, custe o que custar não deixe de experimentar a tesão que é serem enrabadas por um bom pau

publicado por Contos dos Leitores da Atrevida às 16:50
link do post | comentar | favorito

.CONTOS

.pesquisar

 

.Fevereiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28


.Posts recentes

. A caminho do Hotel

. De regresso a casa

. A Rainha da noite...

. Passagem de Ano a 3

. Leitura em dia

. Uma Estranha no café..

. ...

. Fodi a amiga da minha mul...

. Eu e o Pastor Alemao

. Broche no Trabalho

. Paragem inesquecivel

. Os gemidos do quarto ao L...

. Paragem inesquecivel

. Primos da minha Mulher

. O meu homem a dias

. Ferias nos Açores

. Desejos GAY

. Como eu já tinha contado ...

. O desafio

. EU Mais minha Mulher e Ou...

. Conto erotico de Natal

. Conto erotico de Natal

. O sonho

. A Frincha da Porta eu Ent...

. Amiga Carente

. Uma Mulher ...

. Divinal...com imenso praz...

. Sessao GAY

. Bom Menage

. No Bar onde Trabalhei

.Arquivos

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds