Sexta-feira, 18 de Abril de 2008

FÉrias No Algarve


Esta historia é de facto a mais incrível e inesperada que já me aconteceu!
Os nomes não são verdadeiros …
No ano de 2005 eu (Ricardo) e a minha namorada (Ana) fomos de férias para o Algarve com uma casal amigo Rui e Lara, somos 2 casais perfeitamente normais, eu 185cm de pele clara, cabelo e olhos castanhos, magro, o Rui 190cm de altura mais moreno que eu, magro, ambos para o corpo desportivo! Elas … a Ana, 165cm, peito 38B com bicos claros, pele clara, olhos esverdeados e cabelo castanho claro comprido, corpo violão tipicamente português, a chamada mulher "boa", a Lara, 166cm cabelo preto pelos ombros, morena, menos torneada, até sem cu, mais forte de corpo e com um peito 40B com bicos escuros, mas com um estilo mais provocador, curiosamente apesar da minha namorada "ser melhor" sempre adorei o aspecto tesudo que ela tem. De regresso à história … os dias corriam normais, um bom sol de Setembro, umas saídas nocturnas divertidas, muito riso e da nossa parte, amor e muito, sempre que podíamos fugíamos para o quarto enquanto os nossos amigos ficavam na sala que era onde dormiam!
Até que na 4ª noite, após o jantar, decidimos ficar em casa, bebemos umas cervejas vimos TV, rimos … nessa noite havia no empreendimento uma festarola com churrasco e musica ao vivo (estão a ver o estilo de musica) abri a porta da varanda e puxei a Ana para dançar, o nossos colegas riram-se mas depressa nos seguiram, ao fim de algum tempo trocávamos de pares, e a festa durou, como eu tinha algum "tesão" pelas mamas da Lara evitava chegar mt próximo para não dar nas vistas, mas senti que ela chegava-se e bem, então aproveitei para sentir bem aquelas mamas e dar uma encaixada, até tirei a tshirt alegando calor, ao que fui seguido pelo Rui. A Ana como é bem mais baixa que ele ficava à altura do peito pareceu-me ser impressão minha mas quase que jurava que eles se estavam a esfregar! Continuamos com os pares trocados e o ambiente estava mesmo quente. Num determinado momento em que vou dar um rodopio agarro-a bem e qd dá a volta apalpo-a (a impetuosidade é um dos meus maiores defeitos ou virtude) ao que ela reage rebolando mais no meu pénis que já estava a meia haste! O Rui passava a mão na anca roliça da Ana e ela deixava-se estar, qd ela se solta dos braços dele para dar uma volta notámos no pénis teso dele tapado de pronto pelo corpo da Lara … Acabou!!!!! Eu e Ana começamos numa dança que mais parecia que ela era a minha namorada só faltou apalpar à descarada e beijos. Até que a musica acaba e aparentemente acabava o "ambiente" retirei-me sem esconder a minha tesão e fui seguido pela Ana! Já na cama masturbámo-nos um ao outro, vim-me para o peito dela e a noite ficou por ali …
Na manhã seguinte fomos para praia e agimos naturalmente no entanto no ar sabíamos que aquilo não tinha sido nada normal, praia, almoço, praia, esplanada e apartamento. Jantamos, arrumámos tudo e sentámo-nos a ver o programa do Jorge Gabriel em que lancei um desafio (impetuosidade, lá está) eram 4 respostas A/B/C/D e cada um escolhia uma letra fixa, quem tivesse o azar de ter a resposta certa tirava uma peça de roupa, a Lara aceitou de pronto, a Ana e o Rui provocados por nós, também entraram! A brincadeira foi gira, e no final do programa eu só tinha tirado os chinelos, a Ana, os chinelos e o top, deixando à mostra um soutien preto que lhe realça o peito (a escolha do soutien deixou-me seguro de que ela queria festa pois só o usava qd íamos sair, o que não era o caso), o Rui tirou a tshirt e a Lara foi a vencedora, ficando em roupa interior, um soutien de renda branco que mostrava toda a dimensão daquelas mamas e a cor dos bicos, e uma cuecas tapadas à frente mas transparentes atrás! Lindo, só me queria lambuzar naquele corpo!
A Ana disse então para nos vestirmos mas a Lara defendeu que por justiça todos devíamos tirar a roupa exterior, ao que o Rui apoiou pois ele queria era ver a Ana, após sentimentos de hesitação assim foi, o Rui estava com uns boxers elásticos pretos, a Ana com a tanga mais mini que ela tem, vermelha com rendas pretas de lado, aí fiquei sem duvidas e eu com uns boxers pretos transparentes com um dragão branco de lado, não enganava ninguém !!!
- Só falta a música de ontem diz a Lara. - Não sejas por isso e o Rui põe no aparelho música brasileira! Cada uma dança com o seu par e por vezes fazemos rodinha sem que ninguém tomasse iniciativa. Já com umas cervejas e sumos em cima, sai uma música de forro e para surpresa geral a Ana olha para mim, eu riu-me como a perguntar se ela estava a gostar … ela puxa o Rui e começa a dançar eu fico quase sem reacção e sinto a mão da Lara na minha cintura a puxar-me! Ele era esfrega, apalpa, roço, enrosca, encoxamento, tudo menos beijar. Nem eu nem ele conseguíamos disfarçar a mais que visível e apalpada tesão que sentíamos, e no entanto ninguém parecia se importar!
A Lara dançava bem e fazíamos um belo par com alguns passos bem combinados e sensuais, abaixadinha, rebolada, de tudo … num momento que ela começa a sambar eu ajoelho-me e vejo aquelas mamas balançar, ela roda e as minhas mãos tocam-lhe, sinto o cu, a barriga, as pernas … demais. O Rui não quer ficar atrás e faz o mesmo, a Lara vira-lhe o cu e começa a rebolar para ele, dando "pinotes" para trás pelo que até lhe toca com o cu na cara! Ele à descarada põe a língua de fora como que a lambe-la, a Lara emita a Ana e eu seguro-a nas ancas, ponho um lado da cueca para dentro e começo a beijá-la no cu, chupar, lamber. Paramos de dançar e lá estávamos nós a "prová-las" todas! O ambiente adensa-se e começamos a sentir a excitação no ar, as respirações apertam, levanto-me e viro-a para mim, apalpo-a, beijo-a, roçamo-nos, encosto-a às costas do sofá e esfregámo-nos, sinto cada centímetro daquelas mamas, começa-me a punhetar lentamente e ficamos naquela sensação durante mais algum tempo! Eu senti-a nela que queria que a tocasse mas ao invés abaixo-me e tiro as suas cuecas bruscamente, ela fica com os pelos pretos aparados à mostra e até demonstra alguma vergonha, até ver que a Ana fazia um terno mas guloso broche ao Rui! Eu começo a lamber de cima até baixo e sinto o sabor do seu líquido na minha boca, lambo o seu clítoris e as suas pernas vão desfalecendo, senta-se no sofá e eu continuo, meto-lhe um dedo, dois e ela já vai gemendo abertamente! Como adoro fazer minetes nem dou pelo tempo mas deve ter passado algum pois no sofá de 3 lugares o Rui montava a Ana com as suas pernas escachadas e gemidos contidos como habitual! Olho para cima e vejo aquelas mamas ainda presas no soutien (propositadamente) e deliro a pensar no momento que as vou ver. Aumento a cadência e a Lara acaba por se vir na minha boca gritando mais abertamente … paro e fico a beijar ao de leve aquela flor carnuda e brilhante! Vou subindo, beijo a barriga, os peitos por cima do soutien apalpo-as e ouvimos a Ana a começar a gritar, já de barriga para baixo e ele por cima dela a meter à bruta sem dó nem piedade, ate que ela solta fortes gemidos de um valente orgasmo, fico abraçado à Lara enquanto apreciamos aquele par.

A Ana olha para mim e diz como que a provocar-me
- Estás muito calado, costumas ser bem porco! (costumamos ser muito verbais)
- Não quero assustar os nossos amigos…
- Eles não se importam, pois não Rui? Mais parecias um cão com cio, diz ela para ele.
- Por mim vale tudo, até gosto!
A Lara parece admirada com a resposta do namorado, e antes de dizer qq coisa.
- Tens de saber tratar a vaca tesuda da Lara! Diz ela para mim
Ela vai a responder e é interrompida pelo namorado
- Ela tem razão acabaste de ser chupada à minha frente mor!
Como que a gostar da ideia ela sorri e rimo-nos todos um pouco.
Ponho-me de pé ao lado do sofá e tiro os boxers ficando com a minha pica tesa e brilhante da excitação apontado à cara dela, puxo a pele …
- Agora vais-me limpar a cabeça com a língua de modo a que eles vejam…
Não se faz rogada e começa com leves e deliciosas lambidelas e chupadas, verdadeiramente divinais.
Quem gostou de ver foram eles que começaram a tocar mutuamente.
O broche estava delicioso, seguro-lhe a cabeça e começa a engolir tudo, o que apesar de eu ser uma pessoa com um tamanho normal não é muito comum.
- Temos aqui uma valente brochista!
- Nota-se e chupa com gosto, diz a Ana.
De facto ela tinha uma verdadeira habilidade e gosto no que estava a fazer o que me transmitia ainda mais prazer.
Os outros estavam pegados, o Rui deliciava-se com as mamas da minha namorada e eu retirava um estranho prazer de vê-los quando fui interrompido com uma chupada nos meus tomates, olhei para baixo e adorei vê-la a deliciar-se com eles enquanto me olhava nos olhos. Que espectáculo pensei eu… aquela tesão que eu sentia por ela estava ser confirmada.
A excitação volta a subir, eu coloco-me com os joelhos apoiados nos braços do sofá empurro a cabeça dela para trás com as estocadas, mas ela sem hesitar recebe o meu pau todo dentro da sua boca. Continuei por mais algum tempo e estava prestes a vir-me quando parou e se levantou, sento-me no sofá de 3 lugares, ela coloca-se de pé à minha frente e antes que ela pudesse fazer algo começo a masturbá-la ali mesmo, continuo por um bom tempo e saboreio a expressão de prazer da cara e do corpo dela, treme, geme e até lhe falham as pernas, olho para o lado e vejo o cu da Ana virado para mim, não resisto e tb começo a masturba-la! Senti-me um rei, a Lara de pé e a Ana de quatro com o Rui a meter logo na boca dela! 2 Mulheres excitadas a gemer, fantástico!
A Lara apoia-se no meu ombro e tem um lento mas doce orgasmo com a boca encostada no meu ouvido! Olha para mim sorri e beija-me, curtimos um pouco, beijos, abraços, apalpadelas…
Parou, senta-se em cima de mim e aponta o meu pau à sua flor, devido à excitação entra facilmente e começa ali uma valente cavalgada, devo ter conseguido apanhar a posição certa porque passado alguns minutos já ela saltava visivelmente excitada, nesse momento apalpava-lhe o cu e apreciava a Ana sentada no sofá ao nosso lado e o Rui de joelhos a penetrá-la. A flor dela era óptima, quente, molhada, apertada e ela rebolava-se bem comigo lá dentro, olho para as mamas e vejo-as a saltar, decido desapertar o soutien que com o movimento sai como que automaticamente, parecia uma explosão ver aquelas tetas enormes, naturais, caídas como é normal, de bicos largos e escuros … ela junta aqueles dois colossos com as mãos e prontamente atiro-me de língua! O que a faz gozar ainda mais, dou-lhe as mamas a lamber, ela hesita, pisco-lhe o olho e ela acede, divinal, vê-la a chupar os próprios bicos.
- Muito bem, estás-me a surpreender, diz o Rui
- Ainda não viste nada, responde a Lara
Continuámos e começo a aproximar o meu dedo do cu dela, sem ela se manifestar, com suavidade mas ao mesmo tempo sem aviso tento enfiar o dedo ao que ela responde com surpresa, parando. Ficamos a olhar mas com o meu dedo lá dentro.
- Então … surpreende-me! Vá lá! Diz o Rui
- É só um dedo, diz a Ana (A verdade é que ela própria não gostava que eu lhe fizesse isso)
- Cambada de tarados … e logo enterra-se no meu dedo com alguma facilidade (provavelmente devia tentar de vez em quando com o Rui mas não muitas vezes, pois não foi fácil mas difícil de entrar também não)
Delicioso, continuamos por mais algum tempo e sem aviso colocámos as mulheres de 4 de frente uma com a outra, que imagem linda, antes de penetrá-la fui ter com a Ana encosto-lhe o pau à boca …
- Prova … digo eu
E ela prontamente saboreia o sabor da flor da amiga, delicioso e faço o mesmo com a Lara.
Ao voltar à posição de "condução" olho para elas chego-me para trás e aprecio aquela cena, chamo o Rui e por breves instantes apreciamos aquelas 2 mulheres, a minha namorada mais torneada, de pele clara, despenteada queimada pelo sol do Algarve e com a respiração um pouco acelerada, a Lara menos elegante, bem queimada, também despenteada, e com aquelas tetas penduradas com dois largos bicos a apontar para baixo!
- Quem diria que estas férias iam acabar assim, diz a Ana
Voltamos aos nossos lugares, não sem antes dar uma apalpada naquelas tetas.
- Agora é a vossa vez, meu par de bois, diz a Lara
- Estou a ver que lhe apanhaste, digo, que rica vaca leiteira aqui tens Rui.
- Estou a ver que sim.
E começamos a bombear nas mulheres, a verdade é que esta parte pouco tempo durou, pois com a excitação do momento a imagem delas as duas de frente uma para a outra a serem comidas, a cara de excitação delas foi suficiente para quase em simultâneo dispararmos para dentro delas enquanto urrávamos com 2 bichos que somos.
Desfalecemos sobre o sofá e ficamos ali quase inertes.
A Ana toma a iniciativa e vem limpar o meu pau com a boca sendo hesitantemente seguida pela Lara que agora já não podia ficar atrás e atirou-se ao namorado.
Lamberam, chuparam, deixaram tudo limpinho e no fim engoliram os restos, demais…
Tanto eu como ele adormecemos, não fossemos nós homens, enquanto elas foram à casa de banho, fomos acordados por elas que nos "levaram" para as camas e assim terminava uma fantástica noite!
O resto conto depois, mas só se este for bem recebido!

Abraço e beijos

publicado por Contos dos Leitores da Atrevida às 17:00
link do post | comentar | favorito

.CONTOS

.pesquisar

 

.Fevereiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28


.Posts recentes

. A caminho do Hotel

. De regresso a casa

. A Rainha da noite...

. Passagem de Ano a 3

. Leitura em dia

. Uma Estranha no café..

. ...

. Fodi a amiga da minha mul...

. Eu e o Pastor Alemao

. Broche no Trabalho

. Paragem inesquecivel

. Os gemidos do quarto ao L...

. Paragem inesquecivel

. Primos da minha Mulher

. O meu homem a dias

. Ferias nos Açores

. Desejos GAY

. Como eu já tinha contado ...

. O desafio

. EU Mais minha Mulher e Ou...

. Conto erotico de Natal

. Conto erotico de Natal

. O sonho

. A Frincha da Porta eu Ent...

. Amiga Carente

. Uma Mulher ...

. Divinal...com imenso praz...

. Sessao GAY

. Bom Menage

. No Bar onde Trabalhei

.Arquivos

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds